Nimesulida conheça tudo sobre esse medicamento

Ação do Nimesulida

A nimesulida é um anti-inflamatório não esteroidal (AINE) com efeito analgésico e antipirético. Em outras palavras, pode controlar a dor leve a moderada, combater a inflamação e reduzir a febre.

Quando usar Nimesulida?

Ele pode ser usado para aliviar dores nas articulações, como tendinite e bursite, desconforto muscular e dentário, inflamação das vias aéreas, como sinusite e dor de garganta ou cãibras.

No entanto, ao contrário de outros analgésicos, a nimesulida requer a compra de um medicamento com receita. Este é um medicamento com estrias vermelhas. Portanto, deve ser consumido somente sob prescrição médica.

Ação do Nimesulida no organismo

Demora em média 15 minutos para aliviar a dor. O farmacêutico relatou: Se for usado para a febre, levará cerca de uma a duas horas.

Conheça os tipos de Nimesulida

Verificou-se que pode ser administrado em várias formas: comprimidos, cápsulas, gotas, géis e supositórios. Na medicina oral, uma vez que não precisa ser dissolvido na cavidade oral, a taxa de absorção das gotículas é mais rápida.

Nimesulida em cápsulas

No tratamento de condições inflamatórias dolorosas e não dolorosas, com ou sem febre, estão incluídas as condições inflamatórias relacionadas aos ossos e dispositivos articulares.

Também é utilizado no tratamento de doenças febris do trato respiratório superior, processos inflamatórios e dolorosos, dores de cabeça, mialgias, reações pós-imunes e dores pós-operatórias, como remoção de amígdalas e adenoidite.

A nimesulida também pode ser usada como analgésico e antipirético em vários processos de infecção, como sinusite, faringite e otite média.

Nimesulida em Gel

O Nimesulida é usado no tratamento da dor e inflamação nos tendões, ligamentos, músculos e articulações causadas por entorses, contusões e distensões. A nimesulida é indicada como adjuvante no tratamento da osteoartrite e da artrite reumatoide.

Como usar o Nimesulida em comprimido, gotas, supositório ou gel?

Recomenda-se que a nimesulida e todos os anti-inflamatórios não esteroidais sejam usados ​​na menor dose eficaz e no menor tempo para se adequar ao tratamento planejado.

Cuidados que deve ter ao uso do medicamento

Os anti-inflamatórios não esteroides podem mascarar febres associadas a infecções bacterianas em potencial. O tratamento deve ser verificado regularmente e se nenhum benefício for observado, o tratamento deve ser interrompido.

Durante o tratamento com nimesulida, os pacientes devem ser aconselhados a evitar outros analgésicos. Não é recomendado o uso de outros anti-inflamatórios não esteroides durante o tratamento com nimesulida.

Durante o tratamento com Nimesulida, a administração simultânea de drogas hepatóxicas conhecidas e o abuso de álcool devem ser evitados porque podem aumentar o risco de reações hepáticas.

Nimesulida uso em idosos

Os pacientes idosos são particularmente sensíveis aos efeitos adversos de medicamentos anti-inflamatórios não esteroides, incluindo sangramento gastrointestinal e perfuração e insuficiência renal, cardíaca e hepática.

Pacientes com mais de 65 anos podem receber a menor dose efetiva de 100 mg duas vezes ao dia. Não existem estudos que possam comparar a farmacocinética da nimesulida em idosos e jovens. O uso prolongado de AINE em idosos não é recomendado.

Se for necessário tratamento de longo prazo, o paciente deve ser monitorado regularmente. A febre por si só não indica o uso de nimesulida.

Nimesulida Gravidas e Lactantes

Não existem dados suficientes sobre o uso do medicamento por mulheres grávidas.

Portanto, os riscos potenciais para humanos são desconhecidos, portanto, para a prescrição de nimesulida, os benefícios esperados para a mãe devem ser avaliados em relação aos riscos que podem ser causados ​​ao embrião ou feto.

A nimesulida não é recomendada para mulheres que estão tentando engravidar.

Para as mulheres que têm dificuldade para engravidar ou estão passando por testes de infertilidade, elas devem considerar a interrupção do medicamento.

Não é certo se a nimesulida é excretada no leite humano. A nimesulida é contraindicada durante a amamentação. Categoria de risco de gravidez: C. Mulheres grávidas não devem usar este medicamento sem o conselho de um médico ou dentista.

Estudos em coelhos mostraram potencial toxicidade embrionária, enquanto nenhum efeito foi observado em ratos e camundongos.

Portanto, os riscos potenciais para o ser humano são desconhecidos, portanto, para a prescrição de nimesulida, os benefícios esperados para a mãe devem ser avaliados em relação aos riscos que podem ser causados ​​ao embrião ou feto.

Como outros anti-inflamatórios não esteroides (AINEs), não é recomendado para uso durante a gravidez. O uso de anti-inflamatórios não esteroidais antes do final da gestação está associado a uma maior incidência de distocia e fraqueza uterina.

O AINE também está envolvido na indução do fechamento dos ductos arteriais. Até o momento, não há informações sobre a excreção de nimesulida no leite materno, portanto, ela não deve ser usada por mulheres que estão amamentando.

Até o momento, não há evidências teratogênicas sobre o uso de nimesulida e nenhuma excreção foi detectada no leite materno, mas não é recomendado o uso de nimesulida durante a gravidez e lactação.

O uso desse medicamento durante a lactação depende da avaliação risco / benefício. Quando utilizado, pode ser necessário realizar monitoramento clínico e / ou laboratorial do lactente.