Cuscuz Engorda? Tudo Sobre Essa Delícia

Confira por que muita gente acha que cuscuz engorda e saiba mais sobre esse alimento!

cuscuz engorda

Muita gente se pergunta se cuscuz engorda. O alimento é típico no norte e nordeste do Brasil e atualmente anda na moda como parte da dieta low carb. Mas alguns nutricionistas alertam para a possibilidade de o cuscuz de milharina não ser o mais saudável.

Aliás, existem vários tipos de cuscuz e formas de prepará-lo. Por isso, vamos ver tudo sobre o alimento, quantas calorias ele tem e quais os melhores tipos para incluir na sua alimentação diária.

Cuscuz é saudável?

Sim, o alimento é bastante saudável! O cuscuz simples não engorda e pode ser introduzido em muitas dietas. Ele é considerado saudável, pois é rico em carboidratos complexos, proteínas e fibras. O alimento é ainda pobre em gordura e, se for utilizado para substituir carboidratos simples, como arroz, batata e massa, pode tornar a sua dieta mais low carb.

Comer cuscuz é um hábito que já foi completamente adotado na Europa e na Ásia. No Brasil, o alimento é popular, porém apenas no norte e no nordeste. No resto do país ainda é difícil encontrá-lo. Mesmo assim, o esforço vale a pena, já que o cuscuz é uma excelente fonte de vitaminas do complexo B.

No alimento, é possível encontrar ainda tiamina, niacina, ácido fólico, ácido pantotênico e outras vitaminas essenciais para o desenvolvimento do organismo. Essas substâncias são importantes no metabolismo da energia, na manutenção das células vermelhas do sangue e na prevenção de diversas doenças.

Independente se o cuscuz engorda ou não, ele é altamente recomendado para grávidas e crianças por causa dos seus muitos benefícios. Sem falar que é um alimento 100% prático e fácil de fazer. Até já inventaram o cuscuz de micro-ondas!

tipos de cuscuz

Tipos de cuscuz

O cuscuz é originário do Magrebe, um país africano. Muita gente pensa que ele é típico brasileiro, mas não, ele foi trazido para cá na época da colonização. Os escravos introduziram o cuscuz na nossa alimentação por ser um alimento muito simples e fácil de preparar.

Cuscuz basicamente é sêmola de cereal misturado com água. A mistura vai sendo trabalhada até se transformar em grãos, que podem ser maiores ou menores, conforme o gosto. Depois, os grãos são cozidos no vapor ou em uma panela específica para o cuscuz.

Porque o cuscuz é feito com sêmola, todo cuscuz é integral, mesmo o cuscuz branco. Isso acontece porque a sêmola é um subproduto dos cerais que sobra no momento do refinamento. Em outras palavras, é o resultado da moagem incompleta do grão de cereais duros.

O que torna um cereal menos integral e mais processado é justamente o seu refinamento. A farinha branca, por exemplo, é derivada do trigo. Quanto menos refinada, mais marrom, por isso o pão integral é escuro.

Os tipos mais usados de cuscuz atualmente são feitos com diversos tipos de sêmolas. Os mais comuns são:

Cuscuz de milho

O mais famoso cuscuz no Brasil é o cuscuz nordestino, feito com flocos de milho. Ele é a base do café da manhã de muitos brasileiros. Mas a forma como ele é consumido não é a melhor. Na receita nordestina, o cuscuz de milho engorda sim, pois ele leva muita manteiga.

O melhor jeito de introduzir o alimento na dieta para obter mais benefícios é optar por comê-lo como substituto de outros carboidratos. Você pode usar o cuscuz de milho no lugar da massa. Ele é muito versátil e saboroso, fácil de temperar e pode ser adicionado em saladas, pratos quentes e até servir de base para a sua pizza saudável.

Cuscuz de arroz

Muita gente pensa que o cuscuz de arroz engorda porque é feito com grãos de arroz. Essa ideia é contraditória, visto que o cuscuz é um produto da sêmola de arroz e, por isso, é muito menos calórico e muito mais saudável que o cereal na forma como o comemos.

A utilização do cuscuz de arroz no dia a dia traz muitos benefícios. Além de ser mais saudável que o próprio arroz, ele possui quase a metade das calorias que a mesma quantidade de arroz, mesmo que se utiliza o integral.

O cuscuz de arroz é ótimo para quem faz uma dieta livre de glúten, pois é naturalmente próprio para isso. E ele pode servir de base para a preparação de receitas distintas, tanto doces como salgadas.

Cuscuz de trigo

É muito utilizado na preparação do cuscuz marroquino. Engorda? Não! Ele é excelente para a saúde e também pode servir para substituir carboidratos simples.

O sabor do cuscuz de trigo é bastante suave e lembra a massa fresca em geral. Porém ele possui muito mais fibras e macronutrientes importantes para o seu organismo. Esse tipo de cuscuz também é bastante usado no preparo de bolos, em substituição das farinhas refinadas.

como fazer cuscuz

Formas de preparo

O cuscuz pode ser preparado das mais diversas maneiras e isso até pode depender da região onde você mora. O interessante desse alimento é que se você comprar os grãos de sêmola no mercado e adicionar a mesma quantidade de água quente, vai obter um cuscuz pronto em poucos minutos.

Esse tipo de preparo é bom para adicionar o alimento em saladas ou utilizá-lo como farofa, em complemento a um prato que já tenha proteínas, por exemplo. Também é possível misturar o cuscuz em preparos de carne moída, para substituir a batata e o arroz.

Você pode ainda fazê-lo no vapor ou usá-lo como farinha em receitas, como vimos acima.

Benefícios para a saúde

Comer cuscuz é bom para a sua saúde. O alimento é uma ótima fonte de energia para quem malha e pega pesado na academia, podendo com certeza ser ingerido antes do treino.

Ele é bom também para grávidas, porque é rico em ácido fólico, um nutriente essencial no desenvolvimento neurológico do bebê. Além de possuir outras vitaminas, fibras e minerais que são cruciais para o organismo.

Quem come cuscuz não tem problemas para ir ao banheiro. As suas fibras solúveis são ótimas para regular a flora intestinal, evitando episódios de prisão de ventre. Experimente introduzi-lo na sua dieta e comprove você mesmo todos esses benefícios!

 

Crédito das imagens: Pexels e Freepik